Quem matou Caio? Espetáculo teatral ‘Casa de Caio’ inova Marília

 Publicado por Nosso Quintal    13 de agosto de 2019.

A companhia Nua&Crua apresentou na última sexta-feira (9) o espetáculo “Casa de Caio”. A peça assinada pelo diretor e ator Calu Monteiro ocorreu em um formato intimista na Casa Bonfim, situada na zona Oeste de Marília.

Na Casa de Caio é assim, enquanto desvenda um desditoso crime, o público conhece Isadora, confusa, medrosa; toma café com dona Analinda, a mãe; entende-se e desentende-se com Beto, o namorado; visita Adelina, a amante, triste, melancólica;

“Várias questões urgentes surgiram e escolhemos falar do amor e como nos relacionamos com este sentimento tão intenso e muitas vezes mal interpretado, então, lembramos do Caio Fernando Abreu, um escritor gaúcho. Começamos a produzir o espetáculo que é composto por trechos de contos do Caio”, destaca o ator Beto Lemos.

O espetáculo apresenta as múltiplas formas do amor e suas implicações. Os personagens fazem parte de cada ambiente. São quatro cenários, estrategicamente montados na Casa Bonfim.

Cada locação retratada as características dos personagens e o espetáculo apresenta uma trama particular entre o elenco. O elo entre as narrativas trata-se de Caio. Sua morte trouxe a tona sentimentos como saudade, angustia, raiva e solidão. 

O amor por Caio é tão intenso quanto sua ausência. Durante pouco mais de 50 minutos, os atores fazem um chamado à reflexão sobre as formas e representações do que é o amar. 

Os personagens vomitam o que está engasgado em palavras fortes, diretas, para não morrerem afogados por um amor que mais parece um espírito obsessor. Caio está sempre presente. Nas portas esmurradas. Nas palavras duras. No sexo. E nos pecados de cada personagem.

A montagem transfere gostos e cheiros para o público através de elementos do cotidiano, como a preparação de um café ou o alívio após um gole de uma bebida forte.  

Através dos diálogos, por vezes monólogos, os personagens apresentam as feridas abertas pelo assassinato do protagonista. Eles remontam a figura contraditória de Caio. Dócil. Libertário. Bom amante. Bom de cama. Intolerante. Moralista. Silenciador.

Durante a trama, o espetáculo apresenta diferentes perspectivas de quem ama. Seriam elas todas legítimas? Suficientes para motivar um assassinato? A Casa de Caio segue como um espetáculo impar, transformador, para a cena cultural de Marília.

Ficha Técnica:

Elenco: Calu Monteiro, Helena Venturini, Beto Lemos e Cássia Silva

“Quem nunca matou e sofreu a dor de ter matado que dê o primeiro gole.
Caio foi assassinado. Sua velha casa guarda todos os segredos. Bata na porta, entre e siga a anfitriã através dos cômodos, suas memórias e personagens. Conheça os suspeitos, as vítimas do morto. Desvende este mistério e encontre outros pontos de vista sobre o amor: amor e morte, amor e sexo, amor e amizade, tudo sujo com sangue das duras palavras doces de Caio Fernando Abreu”.

Cia Nua&Crua

A Companhia Nua&Crua é responsável pelo espetáculo, que foi montado no início de 2018 na Casa Bonfim. O grupo realiza encontros semanais com objetivo de refletir sobre aquilo que a cia pretende manifestar enquanto artistas.

Nosso Quintal
 
Portal de notícias sobre cultura e iniciativas realizadas em Marília e região.
Outros Artigos
Desenvolvido por