Quando os gringos se rendem a música brasileira

 Publicado por Filipe Touca    15 de outubro de 2019.

Um dos jogos mais aguardado todos os anos pelos gamer, é o FIFA, jogo de futebol que é o carro chefe da produtora EA Sports. Ao longo dos últimos anos o jogo não é só aguardado pelas suas novas dinâmicas, modalidades de jogo e gráficos, mas também pela sua trilha sonora, que cada vez mais vem cativando o público.

Recentemente, foi divulgado a lista das músicas presentes na edição do FIFA 20, e na lista está presente um brasileiro, bem, na verdade a música não é dele, mas indiretamente faz parte dela. Anitta? MC Livinho?

Marcos Valle x Loyle Carner

Provavelmente não é nenhum dos nomes que você está pensando, se trata de um dos maiores compositores da música brasileira, Marcos Valle, que teve sua composição ‘Fogo de Sol’ sampleada na música ‘Angel’ de Loyle Carner, da qual faz parte da trilha sonora do jogo.

Marcos Valle: [Clique aqui]

Loyle Carner: [Clique aqui]

Por mais curioso que seja o fato, não é novidade que os rappers, principalmente dos EUA utilizem sample de músicas brasileiras. Ao longo do tempo, principalmente dos anos 90 pra cá, os DJ’s pelo mundo a fora tem cada vez mais buscado inspiração no Brasil. Um exemplo disso, é o respeitado DJ, Madlib, que inclusive gravou um disco apenas remixando músicas brasileiras, intitulado de ‘Flight to Brazil: The Medicine Show #2’.

Mas existem nomes de forte expressão na cena do rap gringo que se renderam a magia da música brasileira, vamos a alguns exemplos:

Marcos Valle x Kanye West

Outro fato curioso, é o fato de que não é a primeira vez que Marcos Valle é sampleado por nomes de peso do rap americano. Em 2009, sua música ‘Ele e Ela’ foi usada como base para a faixa instrumental de Jay-Z, ‘Thank You’. Se já não bastasse isso, em 2015, Kanye West também lança uma música, ‘New God Flow’, utilizando como base o sample de ‘Bodas de Sangue’ do compositor brasileiro.

Marcos Valle: [Clique aqui]

Kanye West: [Clique aqui]

Arthur Verocai x Ludacris (feat. Spike Lee)

Em uma coluna recente, sobre porque considerava 1972 o melhor ano da música brasileira escrevi sobre o primeiro trabalho solo de Arthur Verocai. Mais recente ainda, saiu uma matéria pela Rolling Stones, divulgando os 100 discos de vinil mais caros do mundo, do qual entravam na lista apenas dois discos brasileiros, e um deles, se trata do disco de Arthur Verocai, localizado entre a vigésima e trigésima posição.

O fato se dá, pelo disco não ter tido sucesso na época de seu lançamento, vazendo com que existam poucas cópias disponíveis. Mas não é só isso, dos anos 2000 pra cá, os DJ’s gringos tem se debruçado sobre a riqueza do disco é utilizado ele para fazer seus samples. Um dos exemplos mais famosos, foi quando Ludacris lançou uma música em parceria com Spike Lee chamada ‘Do The Right Thing’ (nome de um filme do diretor americano) utilizando a canção ‘Na Boca do Sol’ de Verocai, como base:

Arthur Verocai: [Clique aqui]

Ludacris: [Clique aqui]

Lô Borges x Joey Bada$$

O respeitado cantor de rap/trap Joey Bada$$ também se rendeu a música brasileira, mais especificamente, a introdução da música ‘Tudo O Que Você Podia Ser’ de Lô Borges, ultilizando-a como sample em sua faixa ‘Don’t Front’.

Lô Borges: [Clique aqui]

Joey Bada$$: [Clique aqui]

Wilson das Neves x Tyler, The Creator

Pra quem não conhece, Wilson das Neves é um sambista e baterista brasileiro reconhecido no mundo todo, sendo considerado por muitos como um dos melhores bateristas do mundo. Em 2013, um dos principais rappers do cenário americano, Tyler, The Creator, lançava em seu álbum a faixa ‘Lone’ da qual utilizava como base a música ‘Jornada’ do baterista brasileiro.

Wilson das Neves: [Clique aqui]

Tyler, The Creator: [Clique aqui]

Não é só no meio do rap que a música brasileira se destaca. Em outros estilos musicais gringos, sempre aparecem referências brasileiras, desde de Alex Turner dizendo que a música ‘Aos Barões’ de Lô Borges para a criação do último álbum da banda londrina Arctic Mokeys, até o caso polêmico de inspiração/plágio da música pop ‘Somebody That I Used To Know’ para com ‘Seville’ do músico brasileiro Paulo Bonfá.

Por fim, deixo o link da homenagem feita por Josh Klinghoffer, guitarrista da banda de rock alternativo Red Hot Chilli Peppers, que quando a banda tocou no Brasil no festival Lollapalloza em 2018, não só usou a camiseta com a capa do álbum icônico ‘A Tábua de Esmeralda’ de Jorge Ben, como tocou um trecho da música ‘Menina Mulher da Pele Preta’: [Clique aqui]

Filipe Touca
 
Cientista social colocando as bolachas pra rodar - "só existem dois gêneros de música: música boa e música ruim".
Outros Artigos
Desenvolvido por