‘Palavra Cantada’ faz megashow em Marília no feriado

 Publicado por Nosso Quintal    14 de novembro de 2019.

Os artistas Paulo Tatit e Sandra Peres fazem o show “Brincadeiras Musicais Palavra Cantada” nesta sexta-feira (15), às 8h, no estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, o Abreuzão. A entrada é franca, porém é necessário apresentar convite.

Iniciativa faz parte da programação da Prefeitura de Marília e já foi motivo de polêmicas na cidade, pois foi viabilizado através de um recurso de R$ 4,3 milhões sem nenhuma licitação.

Na data do show, feriado de Proclamação da República, pos artistas e criadores do Palavra Cantada, Paulo Tatit e Sandra Peres comandam a festa, acompanhados de vários “brincantes”.

Parte dos arte-educadores já estiveram em Marília para capacitar profissionais da rede municipal ao longo do ano.

Sucesso no Youtube (mais de um milhão de inscritos), a dupla apresenta de forma lúdica e interativa, nas linguagens da música e do teatro, diversas cantigas tradicionais e também letras originais, em uma apresentação que dura cerca de 1h30.

Palavra Cantada’ na rede municipal

Conforme explica a supervisora de Educação, Rita Borguetti, o projeto Palavra Cantada oferece um material que garante um ensino efetivo da linguagem musical, por meio do resgate das brincadeiras de repertório tradicional.

O projeto é interdisciplinar e favorece, através da música, o ensino artes, matemática, língua portuguesa, entre outros conhecimentos e competências esperadas de acordo com a faixa etária. São nove diferentes kits para aluno e professores.

“Há uma sequência didática e interdisciplinaridade, em conformidade com a Educação Básica, com grande favorecimento à compreensão da linguagem musical, estimulando o desenvolvimento da criança em todas as suas dimensões (emocional/afetiva, motora e psicológica/social). É um projeto de grande valor pedagógico”, considera a supervisora.

As experiências têm sido favoráveis tanto nas escolas de tempo integral, quanto nas unidades regulares. O Palavra Cantada reflete positivamente dos bebês, aos alunos de faixas etárias mais elevadas.

A supervisora lembra que algumas atividades do material do aluno podem ir para casa, para serem realizadas com a família. É uma oportunidade de envolvimento dos pais no Projeto.

Nosso Quintal
 
Portal de notícias sobre cultura e iniciativas realizadas em Marília e região.
Outros Artigos
Desenvolvido por