Marília fica de fora do Circuito SP e perde R$ 60 mil

 Publicado por Brunno Alexandre    23 de outubro de 2019.

Marília é um dos municípios que não foram selecionados para o Circuito SP e população perde três shows com teto de R$ 20 mil para cada evento, totalizando R$ 60 mil, para este ano e 2020.  Confira o regulamento e municípios selecionados [Clique aqui].

Cidades como Garça. Bauru, Presidente Prudente e Ourinhos foram aprovadas e receberão as atrações que devem ser selecionadas pela prefeitura de cada município. Todos os eventos serão gratuitos para a população.

Conforme o Circuito SP, o edital recebeu a inscrição de 208 municípios e selecionou 60 cidades. Marília não consta nem na lista de suplentes casos haja desistência.

“Cada município selecionado será apoiado pela Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa) com o pagamento do cachê de no mínimo 03 (três) apresentações, a serem realizadas por profissionais e grupos de comprovada relevância no cenário artístico-cultural, com teto de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para cada apresentação.”

O Nosso Quintal questionou a Secretaria Municipal de Cultura, via assessoria de imprensa da Prefeitura de Marília, sobre a justificativa do município ter ficado de fora do Circuito SP, mas não obteve nenhuma resposta até a publicação desta matéria.

A reportagem também acionou o secretário Andre Gomes Pereira (PCdoB) via WhattsApp sobre o motivo do Circuito SP não ter selecionado Marília como município apto para receber as três atrações, consequentemente os R$ 60 mil. Contudo, não houve resposta.

Vale destacar que a Secretaria Municipal de Cultural tem um dos menores recursos orçamentários do município. Programas como o Circuito SP servem para suprir a falta de programação e iniciativas culturais promovidas pela Prefeitura de Marília.



Avatar
 
Jornalista, estudante de ciências sociais e produtor cultural pelo Nosso Quintal.
Outros Artigos
Desenvolvido por