Lia de Itamaracá terá disco lançado pela Três Selos

 Publicado por Filipe Touca    19 de novembro de 2019.

Nesta terça-feira (19) o selo “Três Selos” divulgou que seu décimo e primeiro lançamento em vinil será o disco “Ciranda Sem Fim” de Lia de Itamaracá.

Conhecida como o principal nome das músicas de ciranda no Brasil, o lançamento do disco é visto como uma celebração aos quase 50 anos de carreira da cantora.

View this post on Instagram

TS-011 | LIA DE ITAMARACÁ – CIRANDA SEM FIM . É com muita alegria que anunciamos o décimo-primeiro título da coleção três selos. ‘Ciranda Sem Fim’, o quarto álbum de estúdio da cirandeira mais famosa do Brasil, Patrimônio Vivo da Cultura de Pernambuco, Lia de Itamaracá. . Com produção musical de DJ Dolores e produção executiva de Ana Garcia, o álbum de 11 faixas se propõe a oferecer um olhar sobre a artista que vai além da brincante de ciranda. Sem desconfigurar suas referências fundamentais, o registro apresenta uma fusão entre sonoridades tradicionais e modernas. . Acompanhando Lia, o disco traz composições de Alessandra Leão, Chico César, Juçara Marçal, Alice Coutinho, Iara Renó e Ava Rocha. . O projeto visual, uma fusão de cores, foi produzido por Celso Hartkopf, com o intuito de resgatar a ancestralidade africana de Lia. A foto da capa é de José de Holanda. . O disco teve patrocínio do programa Natura Musical. . Com quase 50 anos de carreira, Lia de Itamaracá celebra junto à coleção três selos o lançamento em vinil do seu mais novo trabalho. . Assinaturas disponíveis no site tresselos.com Vendas avulsas disponíveis em pré-venda no site da @gomagringa. Envios a partir do dia 02/12 . #tresselos #colecaotresselos #ts011 #liadeitamaraca #cirandasemfim #naturamusical #assustadodiscos #gomagringa #eaeorecords #vinil #vinyl #recordcollector #discoécultura #ciranda #pernambuco #patrimoniovivo #ilhadeitamaracá #litoral #ciranda #cirandaderoda

A post shared by três selos (@tres.selos) on

Conforme evidencia a publicação no instagram, ‘Com produção musical de DJ Dolores e produção executiva de Ana Garcia, o álbum de onze faixas se propõe a oferecer um olhar sobre a artista que vai além da brincante de ciranda.

Sem desconfigurar suas referências fundamentais, o registro apresenta uma fusão entre sonoridades tradicionais e modernas. Acompanhando Lia, o disco traz composições de Alessandra Leão, Chico César, Juçara Marçal, Alice Coutinho, Iara Renó e Ava Rocha.’.

Filipe Touca
 
Cientista social colocando as bolachas pra rodar - "só existem dois gêneros de música: música boa e música ruim".
Outros Artigos
Desenvolvido por