Mostra Internacional de Teatro de Marília inicia neste domingo

 Publicado por Nosso Quintal    23 de agosto de 2019.

Tem início neste domingo (25), a II Mostra Internacional de Teatro, no Teatro Municipal “Waldir Silveira Melo”. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos com 01h de antecedência na bilheteria do Teatro 

O evento acontece até 01º de setembro e é realizado pela Prefeitura Municipal de Marília – por meio da Secretaria da Cultura, em parceria com a Cia. Corpus de Teatro Físico. 

A programação é intensa com palestras e oficinas, além das apresentações, contando com artistas da Bolívia, Chile, Uruguai, Argentina, Brasil, Peru e México, para palestras, oficinas e apresentações. 

Para o Secretário da Cultura, André Gomes Pereira, A Mostra Internacional de Teatro significa um momento singular para a cidade de Marília, um período em que a população pode conhecer a cultura de outros países da América Latina, bem como de companhias de teatro de outras regiões do país. 

“Teremos em nossa cidade mais de 50 artistas de países latinos e também brasileiros, reunidos na 2ª edição de nossa Mostra Internacional. Viveremos momentos de uma incrível efervescência cultural relacionada à arte Teatral, momentos de trocas de experiências, como também uma grande oportunidade de conhecer a arte de outros países, ter contato com outras dinâmicas. Queremos convidar a população mariliense para prestigiar estes belíssimos espetáculos”, disse André. 

A II Mostra Internacional de Teatro de Marília, é um projeto artístico e cultural com a participação do projeto Teatro da Cidade, e o projeto Guri, e tem como objetivo principal continuar o intercâmbio artístico e cultural de companhias e grupos de teatro da América Latina, como também, com grupos brasileiros de outros estados do país. 

Durante toda Mostra, uma exposição de artes com obras brasileiras Sarro estará disponível ao público, no hall de entrada do Teatro Municipal. 

Segundo Havana Martins, membro da comissão organizadora do evento, a finalidade da Mostra é apresentar ao público da cidade de Marília, visões e estéticas de montagens com diversas temáticas, estilos e idiomas, levando Marília, a ser a primeira cidade do interior paulista em fazer eventos de alto nível artístico, além de oferecer a população da cidade e região, palestras e workshops de aperfeiçoamento cênico, ministrado pelos diretores e artistas representantes dos países convidados a ser parte da II Mostra. 

Veja a programação completa da II Mostra Internacional de Teatro:

Domingo (25 de agosto)

15h – Apresentação Varanda Teatro: “Histórias Encaixotadas – Teatro lambe-lambe”  Brasil.

16h – Abertura oficial da II Mostra Internacional de Teatro de Marília:

(Local: Teatro Municipal)

– Homenagem a figuras da história do Teatro de Marília: Ramis Pedro e Eguinaldo Francisco;

– Apresentação do Projeto Guri;

– Apresentação do Projeto Teatro da Cidade.

Segunda-feira (26 de agosto)

10h – Palestra de abertura oficial dos grupos (Local: saguão Teatro Municipal)

15h – Oficina de aperfeiçoamento cênico: Workshop de JOGOS TEATRAIS da pedagoga norte-americana Viola Spolin. Varanda Teatro- Brasil. (Local: Teatro Municipal)

20h – Intervenção de Rua: Draco (Dragões) e Lira (Performance de acrobacia aérea)- Uruguay   (Local: Teatro Municipal)

20h – Apresentação “Antonia na noite infinita” Grupo K-Jota- Peru. (Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: A luta eterna de uma mãe para libertar-se de seus próprios medos, a violência de gênero e a injustiça social criam um conflito interno tanto na mãe como na filha, as quais terão que lutar contra elas mesmas e serem livres de seus traumas.

Terça-feira (27 de agosto)

10h – Palestra do grupo: K-Jota, Perú. (Local: saguão Teatro Municipal)

15h – Oficina de aperfeiçoamento cênico: “O atletismo afetivo II” Cia. Corpus- Brasil.(Local: fundo externo do Teatro Municipal)

20h – Apresentação grupo convidado: “EL Avaro” Teatro El Convento Argentina.  (Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: “O Avaro” é a terceira montagem desta companhia dos textos de Moliére. Foi escrita em 1667 e é uma das suas obras- primas. A protagonista desta divertida comédia é ostentação, que transcende a todos os personagens da peça. Nesta história não é o homem que possui o ouro, mas sim o ouro que possui o homem.  Moliére, uma vez mais, nos surpreende com suas criaturas, tão cômicas como grotescas e atravessadas por um reflexo dramático que as torna reais, tangíveis, e ao alcance de nossas mãos.

Quarta-feira (28 de agosto)

10h – Palestra do grupo: Grupo Sudaka- Chile (Local: saguão Teatro Municipal)

15h – Oficina grupo aperfeiçoamento cênico:  Grupo K- Jota- Peru (Local: fundo externo do Teatro Municipal)

20h – Intervenção de Rua: Draco (Dragões) e Lira (Performance de acrobacia aérea)- Uruguay   (Local: Teatro Municipal)

20h – Apresentação: FREIRINA – Grupo Sudaka – Chile (Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: Existe um lugar chamado Freirina, você conhece? É um lugar onde floresce o decerto e chovem pedras. É onde pela noite baixa o Wayra (o vento) desde a cordilheira e nos fala aos sentidos. Em Freirina, um grupo de dez habitantes e um estrangeiro entram em conflito pela problemática causada por uma empresa que oferece trabalhos a um custo socioambiental muito alto. No diálogo, a organização e a ação direta, a partir das reuniões da Assembleia Freirina, serão fundamentais para resolver os seus problemas. A peça está baseada em documentos e entrevistas reais realizadas em uma viagem à região Freirina.

Quinta-feira (29 de agosto)

10h – Palestra do grupo: El convento. Argentina (Local: saguão Teatro Municipal)

15h – Oficina de aperfeiçoamento cênico: Grupo Sudaka- Chile (Local: fundo externo do Teatro Municipal)

20h – Intervenção de Rua: Draco (Dragões) e Lira (Performance de acrobacia aérea)- Uruguay   (Local: Teatro Municipal)

20h – Apresentação Kien, El Convento- Argentina (Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: KIEN reflete passagens da vida de Peter Kien, figura predominante entre muitos artistas destacados encarcerados no gueto de Terezín, durante a Segunda Guerra Mundial. A peça vai revelando a inquebrantável procura pela felicidade de um jovem artista e sua família através das lembranças de Peter, acumulados no espetáculo como eixo da história. Os personagens irão reconstruindo o cotidiano com humor e emoção.

Sexta-feira (30 de agosto)

10h – Palestra: Grupo acrobático do Uruguay. (Local: saguão Teatro Municipal)

15h – Oficina de aperfeiçoamento cênico: El convento. Argentina (Local: fundo externo do Teatro Municipal)

20h – Intervenção de Rua:  Draco (Dragões) e Lira (Performance de acrobacia aérea) – Uruguay   (Local: Teatro Municipal)

20h – Apresentação: “Fala Você….O dia da Morte de um condenado” Cia. Corpus- Brasil (Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: A Cia. Corpus faz uma releitura do espetáculo ganhador do Mapa Cultural Paulista de Teatro 2009, e que volta aos palcos após 12 anos de processos e mergulhos corporais em teatro físico. A peça recria os últimos momentos de Jean C. Um pianista condenado pela suposta morte de uma dançarina de um bar de traficantes. O espetáculo é um monólogo gestual e corporal que trasborda pelas imagens e sonoplastia até catarses. O espetáculo é uma viagem pela memória emotiva do personagem até a morte, onde escutará seu nome pela voz de Deus.

Sábado (31 de agosto)

10h – Palestra do grupo: Rosca – Argentina e Pandemônio em cena do Brasil.(Local: saguão Teatro Municipal)

15h – Oficina de  aperfeiçoamento cênico: Cia Sobre Vuelo – Uruguay (Local: fundo externo do Teatro Municipal)

20h – Intervenção de Rua: Draco (Dragões) e Lira (Performance de acrobacia aérea) – Uruguay   (Local: Teatro Municipal)

20h – Apresentação: Rosca – Argentina (Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: “Dois homens se encontram em um espaço  comum com diferenças absolutas; cada um com sua carga, procurará remover o outro de sua zona de conforto. Juntos deverão procurar o ponto limite.”

Domingo (1º de setembro)

15h – Oficina de aperfeiçoamento: Pandemônio em cena do Brasil.(Local: fundo externo do Teatro Municipal)

18h – Apresentação de Draco – Uruguay. (Local: Teatro Municipal)

18h – Apresentação de Kreo Fidelis. (Local: Teatro Municipal)

19h – Apresentação: “Noite de Reis” – Pandemônio em cena  – Brasil.

(Local: Teatro Municipal)

SINOPSE: No reino de Ilíria, o duque Orsino está apaixonado por Olívia, que não o ama. Uma jovem mulher, Viola, chega levada pelo mar após um naufrágio. Ela tem um irmão gêmeo, Sebastião, o qual ela acredita que morreu afogado no naufrágio. Viola se disfarça de homem, muda seu nome para Cesário, e encontra trabalho como mensageiro de Orsino. O trabalho de Viola é mandar mensagens de amor de Orsino para Olívia. Olívia se apaixona por Viola (Cesário), achando que ela é um homem. Viola se apaixona por Orsino, mas não pode revelar seu amor por ele, pois Orsino acha que ela é Cesário, um homem. Assim um triângulo amoroso é formado e um final feliz os espera.

Nosso Quintal
 
Portal de notícias sobre cultura e iniciativas realizadas em Marília e região.
Outros Artigos
Desenvolvido por