Arte, Cultura, Entretenimento e Informação

No posts were found.

Last Week Posts

  [audio mp3="http://nonossoquintal.com.br/wp-content/uploads/2018/01/bijucompleto.mp3"][/audio] O artista Welynton Ferreira, conhecido como Biju, está animado com a possibilidade de transformações culturais em Marília. Tendo como referência na caneta Sergio Vaz, Ferréz e Renan Inquérito, Biju busca se expressar através da música e poesia, muitas vezes externalizando o que acredita e perturbações através do rap. Em um papo descontraído, Biju explica que

Segunda temporada da coluna do NNQ (No Nosso Quintal) pretende receber novamente interessados em construir uma cena cultural unificada, realizando entrevistas com produtores e artistas de diferentes linguagens artísticas.  Além de buscar por quadros inovadores, o espaço também será utilizado para resgatar a memória de artistas que contribuíram para a construção da cultura popular brasileira. Portanto,

Luiz Gabriel Lopes vem novamente para Marília na quinta-feira (19) apresentar seu novo disco, “Mana”, lançado em agosto. O show será gratuito, pontualmente às 20h, com a abertura do músico Vinicius Dias Zurlo, que também lança seu disco, “Carne, Ouço”, no Cão Pererê, zona Oeste. [caption id="attachment_5017" align="aligncenter" width="4841"] Luiz Gabriel Lopes chega em Marília para

O rap nacional passou por diversos booms nas últimas décadas. Primeiramente na década de 1990 nomes como Racionais MC's, MV Bill, Facção Central e outros foram referências no que se diz respeito a popularização do estilo musical no Brasil através de letras focadas em mostrar a realidade das periferias brasileiras. Apesar do rap nunca deixar de ser

Grupo de artistas inicia projeto “Arredores” para registrar paisagem urbana de pequenas cidades e distritos na região de Marília. Contanto com a participação do fotógrafo Marcelo Sampaio, a equipe é formada por Auro Yamazato, Estêvão Garrido e Selma Bassoli. Eles deixam os lugares inspiraram através de elementos como o urbano, a paisagem e o contexto impar

Nesta quarta-feira (10) foi realizada uma aula sobre a história e lendas dos orixás, acompanhado de cantigas e toques da cultura afro-brasileira no Teatro de Marília. O evento que reuniu 400 pessoas foi realizado pelo templo de umbanda Filhos do Cabloco Cobra Coral do Pai Maycon de Oxumarê. [caption id="attachment_4964" align="aligncenter" width="960"] Pai Maycon de Oxumarê

Aconteceu nesta segunda-feira, dia primeiro de maio, data comemorada como o “Dia do Trabalhador”, a terceira edição do Slam Subterrâneo em Marília. O evento reuniu pouco mais de 200 pessoas na praça do teatro municipal “Waldir Silveira de Mello”, na região central da cidade. Para quem nunca ouviu falar, os slams são encontros de poesia faladas,