Arte, Cultura, Entretenimento e Informação

Projeto Arredores registra cidades e distritos na região de Marília

Grupo de artistas inicia projeto “Arredores” para registrar paisagem urbana de pequenas cidades e distritos na região de Marília. Contanto com a participação do fotógrafo Marcelo Sampaio, a equipe é formada por Auro Yamazato, Estêvão Garrido e Selma Bassoli.
Eles deixam os lugares inspiraram através de elementos como o urbano, a paisagem e o contexto impar de cada  espaço. Tudo será organizado e com o material será produzido uma exposição, programada para ser realizada até o final do ano em Marília. Um dos objetivos do projeto é localizar e registrar arquiteturas e costumes tradicionais do interior paulista. O grupo viaja todos os sábados, passando por Padre Nóbrega e Campos Novos Paulista, por exemplo.


Durante o trajeto, os artistas registram em vídeo, imagem e desenhos o que os encantam na viagem. Outros locais serão visitados até o final de dezembro, destaca o fotógrafo Marcelo Sampaio. “A ideia é ir para lugares com menos habitantes, pouco povoados, no raio de 80 quilômetros de Marília”, explica. “Os lugares não sofreram tanta alteração em decorrência do mercado imobiliário e da urbanização, muitas marcas do que eram o Oeste Paulista nos anos 50 e 60 ainda estão presentes”, complementa o fotógrafo.

 


Um dos destaques de “Arredores” é que as histórias mais marcantes na perspectiva dos artistas serão registradas em vídeo para complementar a exposição, podendo gerar futuramente um documentário. Todo o trabalho dos artistas contribui expressivamente para retratar e preservar o que representa a rotina e a simplicidade do interior paulista, ressaltando principalmente quem são os personagens, os sujeitos.


Os artistas permanecem registrando como a população destas cidades e distritos ainda vive, preservando um modo de vida singular, que tem como referência praças de igrejas como campos de futebol e cadeira na calçada como espaço de conversa.

Todas as imagens da publicação foram registradas por Marcelo Sampaio. O trabalho do grupo pode ser acompanhado através do conta do Instagram: arredores_projeto.

Imprimir

Comentários